Inspirações

4 fatores que deixam as plantas amareladas

Normalmente, a primeira hipótese é a falta de adubo, mas esse raramente é o caso. Veja a lição do dia!

 

  1. Falta ou excesso de água

Essa é a causa mais frequente do amarelamento das folhas. Água demais mata as raízes “afogadas”, revelando isso nas folhas. Se a terra estiver sendo mantida constantemente molhada, reduza as regas para tentar salvar a planta.

Em contrapartida, água de menos faz com que a planta derrube parte de suas folhas para economizar o líquido. Antes disso, elas ficam amareladas. Regue com frequência e regularidade. No entanto, cuidado: quando a planta chega nessa fase, ela pode não se recuperar mais.

  1. Luz

Cada planta possui uma tolerância diferente à exposição solar. Algumas, como o Lírio-da-paz, ficam muito verdes quando deixadas na sombra, mas quando estão no sol, suas folhas amarelam.

Porém, há plantas, como o Buxinho, que precisam de muita luz solar e, quando deixadas na sombra, suas folhas começam a ficar pálidas e amareladas. Isso porque cada espécie possui uma faixa ideal de luminosidade para a fotossíntese.

  1. Temperatura

Muitas plantas de regiões frias são vendidas em regiões quentes, ou vice-versa. Isso porque o comércio de plantas não é mais local e elas são rapidamente comercializadas, circulando por todo o País. Ao adquirir uma planta, informe-se sobre a temperatura ideal para ela.

  1. Adubo

O caso da falta de adubo raramente é diagnóstico em plantas novas. Quando se trata de uma deficiência assim, geralmente, somente as folhas novas ficam amareladas, ou só as folhas mais antigas. Entenda: se o problema estiver nas regas, e você colocar adubo na planta, correrá um sério risco de matá-la.

 

Leia também: 5 plantas medicinais para substituir o paracetamol e o ibuprofeno

 

Leia também: Urban jungle: nova tendência entre os paisagistas

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais