Inspirações

Como usar as fases da lua no jardim?

Já se perguntou por que aquela planta linda morreu assim que você adubou?  Isso é mais frequente do que se imagina e o problema pode ter a ver com as fases da lua.

 

As principais teorias acerca da influência da lua nas plantas baseiam-se:

  1. Na força gravitacional da lua sobre o planeta terra e principalmente sobre os líquidos (o que já é comprovado com relação aos oceanos, resultando nas marés);
  2. Na diferença da força gravitacional da lua com relação à do sol, sobre a terra;
  3. Na luminosidade da lua sobre as plantas, o solo e o ambiente como um todo.

O fato é que há milênios diferentes povos e culturas têm se utilizado das fases da lua e acreditam na sua influência sobre as plantas, os cabelos, os ciclos menstruais, os partos, entre outros.

Movimento Crescente

Durante o movimento crescente, a seiva começa a se movimentar, rica em nutrientes do solo, em direção a parte aérea e vai gradativamente revigorando a planta. Assim é um momento muito bom para semear e realizar atividades que estimulem o crescimento de parte aérea.

  • Plante flores, folhagens e árvores ornamentais. Favorece especialmente às forrações e trepadeiras em geral.
  • Faça adubações para o desenvolvimento, mas não exagere no nitrogênio, evitando um crescimento desordenado.
  • Faça podas de plantas que você deseja que cresçam mais depressa, em comprimento.

Auge da Lua Cheia

Neste momento, a planta concentra sua máxima energia e seiva na parte aérea, que compreende folhas, flores e frutos. É o melhor momento para colheitas e transplantes.

  • Realize a poda das plantas que você deseje que fiquem mais densas, como cercas vivas, trepadeiras que revestem muros, plantas topiadas em geral.
  • Plante árvores frutíferas e espécies que você gostaria que ficassem bem densas como suculentas, samambaias, gramados, arbustos, na horta, opte por couve, repolho, alface, rúcula, brócolis etc.
  • Faça a colheita de ervas e plantas medicinais, que estão em sua máxima concentração de ativos e óleos essenciais.

Movimento Minguante

No movimento minguante, o fluxo da seiva se direciona para as raízes, que gradativamente retomam o crescimento e ficam mais resistentes. O momento é bom para controlar o crescimento e geral.

  • Bom para efetuar desbastes e podas em bonsai maduros, que não precisam crescer muito mais e ainda estão em fase de miniaturização de folhas.
  • Controle pragas e doenças, fazendo as pulverizações neste período, elas serão mais efetivas.
  • Plante e colha espécies que se desenvolvem sob o solo, como amarílis, lírios, gladíolos, lírios-da-chuva, além de cenouras, beterrabas, nabos, cebolas, rabanetes.
  • Melhore o solo com matéria orgânica e faça coberturas mortas nos canteiros

Auge da Lua Nova

Durante a lua nova, a seiva das plantas tende a se concentrar no sistema radicular, de forma que as raízes ficam túrgidas, bem firmes e na sua máxima captação de nutrientes e crescimento.

  • Aproveite para revirar o solo e trabalhar a terra, afofando canteiros e preparando covas e berços para novas mudas.
  • Colha espécies madeireiras, como o bambu, nesta fase. Com pouca água circulando no caule, o tratamento e a durabilidade das madeiras são muito maiores.
  • Plante ervas aromáticas e medicinais.
  • Momento de baixa resistência a pragas e doenças.
  • Propício para a colheita de grãos secos, castanhas e nozes, que com menor teor de água, são capazes de durar muito mais quando armazenadas.

 

Leia também: 10 espécies de plantas não tóxicas para pets

 

Leia também: Casca de ovo para as plantas: descubra o jeito certo de usar

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais